23 maio, 2010

Onde Vivo ...


" ... Mato meu modo de ser
Quando tento em palavras
Transformar o que sinto...
É tudo tão sem dimensão,
Tão sem razão de ser
Que sinto o quanto não sou...
E quando em mim tento
Reter o meu modo de ser,
Transbordo o que não me cabe
E assim é o 'quando' e 'onde' Vivo... "

Dú♥Karmona®