28 março, 2009

Estou aqui ...























Estou aqui
De joelhos, tremula,
Despida de mágoas
De títulos, sem didáticas.
Descalça, de boca serrada,
Ouvidos atentos,
Coração aberto.
Em mais uma Primavera.
Quero agradecer
Meu jardim Florido de Rosas,
Que exala essências de anos vividos
De todas as cores
E tantas outras a desabrochar...
Estou aqui
Vestida de sonhos, de vida!!
Querendo aquietar meu coração
Em mais um ano,
Para poder continuar...
E peço perdão,
Por não saber se tenho direito
Ao sol que carrego em meu peito
Que queima como fogo...
O fitar da lua,
O brilho das estrelas...
O encanto do mar.
O sopro do vento
Que me leva
A cada amanhecer...
Estou aqui, para pedir perdão
Por não conseguir orar
Sem mostrar a dor que sinto
Em meu peito...
Estou aqui, pelo meu egoísmo
De exalar o amor sem sentido,
Num mundo tão cruel
Ao qual vivo, longe daqui...
Estou aqui, para pedir Perdão!
Por faltar à humildade
E ter tudo que tento me despir
E me achar no direito
De estar aqui...

Dú♥Karmona®

24 março, 2009

Reflexão ...

"As folhas começam a cair, é outono!
e eu em plagio com a natureza,
faço do meu interior inicio de outono
e estou me recolhendo...
pacientemente, na ânsia de acertar
e poder renascer ...
como as flores na primavera..."

Dú♥Karmona®

Hoje diferente ...


" ... Hoje o dia amanheceu diferente...
O céu está lindo... parece ser meu
E está prontinho pra me receber...
Mas vou mais tarde,
Quando deixar de querer entender
O 'porque' da tua falta ... "

Dú♥Karmona®

Você, eu e nós...

" Olhei para você e captei um sorriso perfeito...
Era o seu eu, depois de nós...
E assim vivo ...
Com esse nós que estamos sendo... "

Dú♥Karmona®

23 março, 2009

Espera ...


" ... Sentei-me entre expectativas de olhares,
Aprumei-me... tentei desconversar antes
Que as palavras chegassem...
Antes do sol se por elas chegaram,
Mas eles não ouviam mais...
E sem olhos e sem olfato
Não puderam sentir as rosas... "

Dú♥Karmona®

Flores ...


" Só tenho flores pra te dar...
Desta e de todas as minhas próximas primaveras...
Mas só poderá recebe-las,
Quando permitir que seja 'Primavera' em teu Jardim... "


Dú♥Karmona®

Eu (s)


Eu (s)

" Dôo o acumulo do meu Eu
Em troca do seu Eu, em você!
E transformaremos nossos ‘Eus’,
Indefinidamente prontos,
No que nos permitiremos
Ser...
Com nosso poder de chegar
Eu, em mim,
Com seu Eu, em você...
E assim, seremos... "

Dú♥Karmona®

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/1421437

Nada (de Mim)

Nada (de Mim)

Acreditar no amor!!!
Mesmo que hoje,
O sol não brilhe ...
A chuva chore ...
A lua se esconda ...
O mar se revolte
Longe de mim...
Mesmo que eu fique aqui,
Sem nada de mim...
Só com o tempo
Tempo que não se recupera
Que não cura...
Não cura a vida que continua
Continua sem nada de mim...
Perde-se dentro de mim...
Perde-se nas canções
De cada momento,
Mesmo não tendo...
Tendo somente
A loucura dos poetas...
E extrair da alma
O amor de todo dia e,
Para cada dia uma poesia !!!

Dú♥ Karmona®

14 março, 2009

Ser Poeta

Loucura?
Não, sou poeta!!!

Não quero ser você
Quero Ter você!

Quero te levar pra lua

Chegar como lágrima de chuva

Sem perdão pra pedir

Nem quero medir

O amor que sentir

Quero viver o que vier

De você ...
De nós...
Não sou louca... sou poeta
Poeta da sua lua... do seu sol

Do seu paraiso...
Do seu dia
Sem utopia...
Sou poeta...

Sou sua canção

Sou sua paixão...

Tudo isso é pouco...

Loucura?
Não! Sou Poeta...

Dú♥Karmona®

Morre a Poesia




















" ... extrair da alma sentimentos tatuados,
traduzir em palavras teu sorriso tímido...
o brilho do teu olhar...
que já não diz tudo...
é a morte da poesia
que não conseguiu te encontrar... "

Dú♥Karmona®


13 março, 2009

E me deixei ...

A sensação que tenho é que por um instante,
Apenas por um instante, não me deixei passar...
Captei o vislumbre do momento e vivi,
Como se fosse o ultimo instante.
Se senti? sim, vivi, amei e gritei
O que parecia ser segredo...
E assim me deixei...
Neste ultimo instante!

Dú♥Karmona®

Engano ...

" ... Na minha aparência está visível o engano
Minha voz entrecortada tenta,
Mas não consegue palavras...
E entre expectativas e enganos,
O que faço é olhar...
Não posso perder nenhum detalhe desta espera
E quando chegar entregarei parte do que vivi.
Não quero esta parte da minha historia,
Não sei o que fazer com ela...Quero que este engano
Fique junto com a 'falta de coragem' . "


Dú♥Karmona®


10 março, 2009

Solidão de Você



Solidão de você!

" Na solidão de você
Nasce o silêncio novo...
Recuo no tempo em buscas...
E me perco entre o que não vivemos..."

Dú♥Karmona®
 
 

09 março, 2009

Minha parte Inteira...

























Quando tudo que vivi ficou o peso da minha solidão,
Voltei, resgatei a criança no berço que fui,
Ouvi o choro de quem não usa palavras
Mas desde já sente, tanto sente
Que dói de não caber no peito...
Aprendi a ama-la, cada vez mais que ouvia
Sua voz pedindo pra me pertencer...
Depois de acalma-la, descobri nela o 'eu' que sempre fui...
O 'eu' que nem mesmo eu pude ver,
Pois há tanto me escondia...
Compreendi que nada mais sou além de mim,
Que minha alma canta quando fico feliz...
Que vim a esse mundo pra amar
E talvez ser amada, se encontrada for...
E, depois de aprender a me amar,
Descobri que me pertenço...
Então, me despi de tudo e a trouxe comigo
E hoje compreendo o meu choro
Que troquei pelo grito, grito pela vida,
Pelo amor... que sou intensa, sensível a extremo...
E amo o extremo... e sou o meu 'eu' além de mim,
E amo ser assim, 'minha parte inteira'
Desse amor sem fim...

Karmona®

" Inclusão Social " - O mundo é colorido...


Excluir um ser humano de qualquer cor que for
Por condição financeira ou aparência, sem dó,
Não é humano, não é solidário.
Misturar nossas singularidades, nossas cores,
Permite o reconhecimento e é a soma do amor
Que bate no peito de qualquer cor.
O amor independe de cor, de condição social
O amor é incondicional...
Ame sem diferenças, sem desigualdade
Onde quer que esteja...
Onde quer que for
Aos quatro cantos do mundo tem que ter amor!
Assim, só assim estaremos colorindo este mundo
E faremos dele um lugar melhor!

Dú♥Karmona®

Este post faz parte da blogagem coletiva promovida pelo blog Esterança


08 março, 2009

Nua de Mim ...



Nua de Mim ... 

Hoje acordei assim, 
Com palavras tristes
E me sentindo sem freio
Sem destino
Sem achar o caminho
Só com o agora
Parece que cheguei de algum lugar
Sem memória, sem freio
Não sei o que veio
Desvendar algo novo
Mas que viveu comigo
Uma vida inteira
Transitei pelas minhas músicas
Pelas minhas janelas
Sem destino
Transitei nua de Mim
Não sei quem sou...
Estou sem freio
Sem memória
Estou sem você...
E nua de Mim...

Dú♥Karmona®

No teu olhar




















Talvez não queira falar de amor...
Queria falar diferente, falar sem a emoção
Mas nem minha mente tem razão
Então fico assim, tentando não ouvir meu coração...
Nem colorir minha alma
Nem consigo ouvir a canção
Mas fico perdida, na minha mente sem razão
Só com teu olhar...

Talvez eu não queira falar de amor...
Mas confesso que te amei
Desde o primeiro olhar
Desde o primeiro som...
Desde quando fui, mas minha alma ficou.
Ficou a contemplar a tua
Voltei, e não consegui, me deixei...
Fiquei e te amei
Desde a primeira canção
Desde o primeiro sorriso
E não consegui me levar
Porque me deixei
E fiquei no teu olhar...


Dú♥Karmona®


07 março, 2009

Então você me amou...

Então você me amou...
E onde estavas quando
Lhe contava pra lua?
E quando lhe coloquei
Em versos na minha canção?
E quando me virei do avesso
Em forma de poesias?
E sabes onde
Ou como estou agora?

Dú♥Karmona®

04 março, 2009

Sussurros ...
























Sussurro do vento
Que te sopra como melodia,

Em meus dias...

Como chuva que pinga
Nos olhos da gente
Em noite de vento,

De lua cheia...

Certeira ...

Vento te sopra ao relento

Trazendo acalento.

Teu som em voz,

Sussurros ...

Ouço, olhos sem medos,

Segredos... sussurros...

Da alma!

Na alma...
Acalento, relento
Vento que te sopra
Que te traz
Em sussurros ...

Acalento,

Em minh’alma...

Dú♥Karmona®

01 março, 2009

Tudo que sei...


Tudo que sei nesse instante
É o que minha alma sente...
E como ela sente...
Seria eu a sentir?
Ou seria minha alma
A me sentir?
Ou seria minha a alma
De tantos ‘eus’
De todos os instantes?
Tudo o que sei desse instante
É que um dos meus ‘eus’
Não quer que vá embora
O que nem mesmo chegou
Mas minha alma já sente...

(Dú Karmona)

Fala da Rosas

"lembrança de cheiro de pitanga
leva-me a infância...
cheiro de framboesa
à adolescência...
de morango...
do amor que existe...
cheiro da musica que nos guia
que nos toca... traz pitanga, framboesas
morangos e a fala das rosas... "

Dú♥Karmona®