17 fevereiro, 2010

Saudade


























Arde como fogo em meu peito
Queima mais que a solidão de você
Fico em devaneios desconexos
Que recortam em pedaços
O que restou da minha alma
Mutilada pela sua
E me espalho ao vento,
Que faz da nossa cançao ventania
Ecoa em minh'alma confusa
Que agora é metade da sua
Procuro, me perco
E continuo acorrentada
Na minha outra metade
Sem me fazer inteira...


Dú♥Karmona®