16 fevereiro, 2015

Solidão (19)


Solidão (19)

Pronto! A tempestade passou...
E levou toda aquela angustia que me ocupava
Bem no espaço reservado para a solidão que você deixou
Agora, está a lua brilhante lá no céu,
Prometendo ficar ate o sol nascer...
Mas ficou um vazio que nada mais preenche

As flores não sinalizam mais o caminho
As estrelas ficaram espremidas
Entre a saudade que ficou

Aquele dia já esquecido
Ficou junto com o seu jeito manso de ser
E olhar de estrela,
Ficou uma névoa de pensamentos
Contradizendo a tempestade que passou...

E passou?!


DúKarmona®