27 dezembro, 2010

Dor...

Dor ...

Tempo devolvido,
que demora a passar.
Sorriso dolorido
que arranca as estrelas,
o brilho da lua e a maresia do ar...
Levo onde quer que eu vá!
Dor sem intervalo, sem tamanho
e que ocupa o teu lugar...


Dú♥Karmona®