22 novembro, 2010

Rosas ...

 























" Estava ali, intacta, cumprindo seus favores alimentando a solidão...  
E no jardim, assim tão perto, soprava uma brisa sem culpa
Continuou ali, a ouvir as flores dizer ternuras,  
lembrar travessuras antes da poda...  
E ali ficou, escutou as rosas e se viu menina  
entre bonecas e suspiros
Enquanto vivia ouvindo as rosas, ali, bem perto alguém cuidava dela.
 
Observava a canção alegre que sentia...  
Eram tantos sonhos misturados com pitangas, 
hortências e rosas, naquele tempo tão longe do jardim que, distraiu...  
Distraiu e teve que voltar...  
Voltou depois da poda, trazendo consigo,  
o som das Rosas... " 

Dú♥Karmona®