29 outubro, 2011

Momentos...




Momentos ...

Foram tantos meus momentos
Mas minha boca nada lhe disse
Porque você não veio, nem com o vento
Nem quando lhe cantei em versos
Nem quando lhe contei pra lua
Nem quando disse já ser sua
E a falta de você doeu lentamente
Não sei desde quando
Mas meus versos dizem que até sempre
Foram tantos os momentos
E hoje ainda tenho para lhe dar
Os mais lindos versos
Que ainda continuo a encontrar
Porque não consigo viver
Sem apenas um momento
Do que vivi lentamente
Do tão pouco que ouvi
Até na hora de partir...
Foram tantos momentos
Mas não sei se me levou
Sequer em pensamento
Mas ficou em meus versos
Em meu lembrar
E em tudo que passou
Mesmo sem ainda saber
Se em algum momento
Você me amou ...


Dú♥Karmona®

28 outubro, 2011

Diz para Mim...



Diz para Mim...

" diz para mim
sobre aquela noite de luar
mas deixe-me aqui...
para poder sangrar essa dor...
diz para mim
enquanto espero o sol chegar
amanhecendo em minha solidão
traduzindo assim
toda magia daquela noite de luar...
diz para mim
quem sabe assim
lhe envio 'as flores'
daquele nosso jardim..."

Dú♥Karmona®

20 outubro, 2011

20 de Outubro - Dia do Poeta

20/Outubro - Dia do Poeta 
A todos os Poetas e Amigos da Poesia,
meus Parabéns!

E para cada Dia, uma Poesia!

Dú♥Karmona®
Imagem - Kathy's Creations

10 outubro, 2011

Tudo passa...





Tudo passa...

Tá tudo tão aí...
e permanece!
Você quem vai,
você quem passa
pelo por do sol que voltará amanhã...
Pelo céu de estrelas cadentes ou não
que insiste nas noites
desnudas de névoas, ou não!
Você quem passa...
sem virar paisagem
mas pode tatuar em instantes
misturando sua história,
e a escolha é sua
de deixar flores por onde passar...
ou não!

Dú♥Karmona®


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/3267659 

02 outubro, 2011

Saudade ... ( V )


 Saudade...

" ... Está chovendo lá, nas flores
Espero que não deixe de 'lavar'
a dor dessa saudade
que insiste em ficar... "

Dú♥Karmona® 



Chuva...

Chuva...

" Chove aqui, e invade minha alma

o barulho que faz...
Pinga chuva sem estrelas
espremidas em minha solidão...
Ah! chuva que cai em meus sonhos,
pinga e deixa em meu peito,
um jeito seu..."

Dú♥Karmona®