30 agosto, 2009

Diz que me Ama ?!



Diz que me ama?!
Dizia me amar...
Quando trancado em meus versos...
Hoje, te trago em meu olhar,
Amo sem juízo
Pulsa em minhas veias
E ouço dizer me amar...
Diz que me ama
E me perco num abraço
Murmúrios, suspiros ouvidos,
Desejos sentidos a dois...
Diz que me ama
E se despi de razões
Tatuando em minh'alma...
Abraça minha solidão
Fazendo o amanhecer
Em meu sorriso
E me acompanha...
Feito uma Canção...
Diz que me ama?!




Dú♥Karmona®


Perdido de Você!


Perdido de você!
Perdido de você
Confunde seu olhar
Que enxerga minh'alma!
Alma vestida de segredos e desejos...
Vestida de você!
Porque confundo meu desejo?
Quero que fique
Mas lhe tiro as flores,
Fico querendo lhe trancar em versos
Testando seu querer de ficar
Lhe deixando perdido de você...
O que importa se desde quando lhe quis
Nada mais ficou no mesmo lugar?
Meu avesso em versoscomeça a incomodar
Não quero que sofras...
Dói minh’alma, quando a sua perdida
Da minha e perdido de você,
Confunde seu olhar...


Dú♥Karmona®


08 agosto, 2009

E o que Ficou...



E o que ficou...
Não sei ao certo para onde foi
Mas sei por que veio...
Foi meu grande farol
Eternizando uma luz no meu caminhar...
Em minhas escolhas,
Foi grande, forte
E herói...
Foi meu Jesus
Fez minha fé
Sanou meus medos...
Meus pesadelos
E até meus pecados...
Meus erros criticados
Mas no fundo compreendidos...
Tudo que quis desde o começo
E o que quis até o fim...
Ainda sou tua menina!
Não é mais palpável...
Mas ficou no meu abraço
Em meus tantos segredos
Contados e vividos...
Não são cômodos vazios,
Pensados, em ecos gritantes
Que te eterniza...
É a voz forte que ainda ouço
E me dá a direção
Que trepida em meu peito...
Teu sangue que corre em minhas veias!
Tantos olhares trocados
Sentidos, ouvidos e açucarados...
Virou pingos de estrela,
Deixando luz no meu caminhar...
Não sei para onde foi ao certo
Mas sei que ficou...


Dú♥Karmona®